Imagem da semana

As pessoas mais próximas sabem que considero a fotografia de casamento a mais nobre de todas as áreas fotográficas. Acredito que a responsabilidade que o fotógrafo assume ao comprometer-se a registrar um casamento é imensa porque ele não lida apenas com equipamentos e técnicas de composição/iluminação, mas com a emoção e com o registro mais importante da vida de seu cliente.

É necessário, antes de tudo, sentir. Esta talvez seja minha principal preocupação, que me dá aquele friozinho na barriga antes do casamento. Já não me pergunto se vou saber utilizar corretamente a iluminação ou se a foto vai ficar corretamente focada e bem enquadrada. Com o tempo isto virou pressuposto. Minha busca é pelo sentimento, aquilo que não pode ser controlado ou ensaiado. Me pergunto a cada novo casamento se vou conseguir entender o que as pessoas estão sentindo, se vou captar suas emoções.

Preciso estar descansado e relaxado para fazer um bom trabalho. Amo o que faço e não vou fazê-lo por obrigação ou de forma burocrática. Por conta disso tenho fechado apenas um casamento por semana. Assim posso curtir cada um deles, entender suas diferenças, tratar pessoalmente as imagens e, sobretudo, me divertir. Sou muito feliz porque posso fazer o que mais gosto e ainda ganho bem para isso.


Esta imagem é um perfeito exemplo daquilo que é esquecido por muitos fotógrafos. Um dos principais elementos do imaginário das meninas quando se fala em casamento refere-se à entrada da noiva na igreja, com sua longa calda branca. É a realização de um sonho.

Na foto, mesmo sob condições adversas de iluminação, tentei unir elementos essenciais, como o longo véu, a noiva com o pai e a fachada da igreja. Coloquei a câmera no chão para que o véu fosse evidenciado. Tanto que o mesmo ocupou quase dois terços da imagem.

Deve ser ressaltada a presença do cerimonial, que saiu de perto da noiva na hora certa, para que fosse possível o registro. Em muitos casamentos não consigo fazer a foto porque as cerimonialistas ficam coladas na noiva o tempo inteiro. Mas isso é um outro assunto que pretendo abordar em breve.

7 comments

  1. Daniel Nobre says:

    Fábio,

    Esse é o caminho… concordo 90%. Menos é mais, em todos os aspectos. Os 10% que faltam são porque eu não considero a fotografia de casamento a mais nobre de todas…na minha opinião está longe disso. Talvez na essência ela seja nobre – não a mais nobre de todas – mas as coisas andam tão distorcidas que a essência na maioria das vezes é esquecida totalmente.

    Sobre a foto acho que você acertou em cheio… entrada de noiva, véu, pai ao lado…são sonhos mesmo, são símbolos do casamento.

    Abraço

    Daniel

  2. Paulo Figueiredo says:

    Fábio,

    Passando aqui para parabenizar sua atitude como profissional, buscando sempre registara as emoções e os detalhes, afinal e isso que tem que sobresair nas fotos de casamentos.

    São fotógrafos de casamentos como você que só tem a engrandecer a fotografia de casamento de nosso estado. Parabéns pela ética e sempre a estar disposto a ajudar aos fotógrafos que o procuram. Este casamento ficou fantástico.

  3. Angelo says:

    Fábio

    Queremos parabenizá-lo por três motivos:

    Pela foto acima que expressou exatamente o que você quis transmitir

    Por estar entre os 100 melhores do Brasil

    Por fazer somente aquilo em que você é especialista: FOTOGRAFIA

    O resultado não poderia ser diferente.

    Abraço

    Angelo e Geovanna

  4. Juliana says:

    “É necessário, antes de tudo, sentir.”
    amo fotografia, e amo casamento. E adoro visitar seu site pois nas fotos
    consigo sentir o clima do momento, a respiração das pessoas. Cada foto de cada
    casamento aqui aparenta único. Nunca é igual.
    Sentimento é tudo em qualquer área que se trabalhe,
    mas na fotografia é essencial.

    Pra mim fotografia e música são o que ecoam após o casamento.
    Você com certeza está na minha lista para quando eu casar. 🙂

    Parabéns!

  5. Sarah Melo says:

    Fábio, parabéns pelo seu trabalho. Você tem um dom de Deus! A cada ensaio que vejo é uma cara de admiração por tão lindo trabalho.

Deixe uma resposta